Volkswagen Magazine

Jetta

Desafio na pista.

O piloto Cacá Clauset convida o atual campeão da Stock Car, Marcos Gomes, para uma tarde de testes com o Novo Jetta 1.4 TSI.

Texto Igor Thomaz
Fotos Luciano Munhoz
Cacá Clauset (à esq.) e Marcos Gomes: opinião de quem entende do assunto.

A reta principal ia chegando ao fim,

enquanto o traçado indicava a primeira curva, para a esquerda. Frenagem, redução de marcha. O piloto desacelera sensivelmente. Concentração. Seguro, pressiona o pedal do acelerador contra o assoalho com a intimidade típica dos que conhecem as artimanhas da velocidade. Os pneus tocam a zebra. De olhos bem abertos, segue pelo circuito, pela curta reta, até desafiar a física mais uma vez, virando o novo Volkswagen Jetta 1.4 TSI à direita para contornar outra parte sinuosa do asfalto. A curva o obriga a girar o volante para a esquerda, em aclive. Movimento acompanhado por nova carga plena no acelerador. O ponteiro “rasga” o conta-giros em direção ao limite. Expiração intensa. Mais alguns metros e lá se foi a primeira volta. A primeira de muitas que Marcos Gomes, atual campeão da Stock Car, teve a oportunidade de completar em uma prazerosa tarde de testes.


O convite para conhecer a nova versão do sedã veio do colega Cacá Clauset, que também acelerou a máquina no circuito do Haras Tuiuti, localizado na simpática cidadezinha paulista de mesmo nome. A proposta de um motor 1.4 para um carro da categoria do Jetta aguçou a curiosidade do campeão que, antes de colocar macacão, balaclava e capacete e submetê-lo à prova, arriscou um palpite. “Creio que o desempenho deve estar entre o da antiga versão 2.0 e o da 2.0 TSI. E com a vantagem da economia de combustível.”

» Fiquei impressionado com o motor, não esperava tanto torque. «

Marcos Gomes, piloto de Stock Car

O anfitrião Cacá Clauset dá início aos testes na pista do Haras Tuiuti.

Puro feeling, dentro e fora da pista. Com o auxílio de um turbocompressor, o Novo Jetta, aqui testado na versão Comfortline, vem equipado com novo motor 1.4 TSI de 150 cv com transmissão automática de seis marchas e função Tiptronic. E é notável também pelo torque, de 25,5 mkgf a 1.500 rpm. Traduzindo em desempenho, temos aceleração de 0 a 100 km/h em 8,6 segundos e 203 km/h de velocidade máxima. E estamos falando de um motor 1.4, não por acaso um dos mais premiados internacionalmente.  


Depois de usar esses números da melhor maneira, na pista, Gomes, enfim, tinha argumentos de sobra a respeito do novo Volkswagen. “Fiquei impressionado com o motor, não esperava tanto torque.


E quando ele passa de 3 mil rpm, dá para sentir a potência chegando forte.” A cada volta pelo circuito, o campeão confirmava tantas outras expectativas. “O câmbio automático de seis velocidades é espetacular, responde rápido e tem reduções agradáveis. A estabilidade também é ótima, principalmente na entrada das curvas. E a suspensão absorveu bem os impactos quando os pneus avançaram sobre a zebra.”

 

Visivelmente satisfeito, o campeão da Stock Car avalia que desempenho e economia fazem do Jetta 1.4 TSI um “combo perfeito”. “É tudo o que o motorista precisa, em um só carro”, define. Para Cacá Clauset, que também é instrutor de pilotagem, o Novo Jetta é a materialização de um caminho sem volta na indústria automobilística: o downsizing (conceito em que se reduz a cilindrada, mantendo potência, torque e resposta ao acelerador e que, ao mesmo tempo, proporciona maior economia de combustível). “Essa tendência veio para ficar. Acho que em pouco tempo teremos carros de entrada com dois ou três cilindros, com não mais do que 1.4 litro, e turbina.”

» O câmbio é espetacular, responde rápido e tem reduções agradáveis. «

Marcos Gomes

O campeão da Stock Car, Marcos Gomes, não poupou elogios ao novo modelo: “Tudo o que o motorista precisa”.

E não é só por isso que o Jetta faz bonito. O equilíbrio é sua maior qualidade, na opinião de Clauset. “Tentei ativar o controle de estabilidade fechando mais as curvas, mas o carro é tão estável que o dispositivo nem chegou a ser acionado. Essa é uma característica dos modelos Volkswagen que os torna ainda mais seguros.”


Além disso, desempenho, economia, segurança e acabamento mereceram notas altas de nosso instrutor. “Existem carros com motores excelentes, mas que pecam pela instabilidade em curvas, ou por consumirem muito combustível, por exemplo. O segredo desse Jetta é justamente acertar em todas essas categorias.”

Jetta 1.4 TSI em números

Motorização: disponível para as versões Trendline e Comfortline. Já a versão Highline vem equipada com o consagrado motor 2.0 TSI de 211 cv
Potência: 150 cv a 5.000 rpm
Torque: 25,5 mkgf a 1.500 rpm
Aceleração: de 0 a 100 km/h: 8,6 segundos
Velocidade máxima: 203 km/h
Transmissão: manual de 6 velocidades ou automática de 6 velocidades com função Tiptronic

Em curvas e retas, os pilotos testam potência, torque, transmissão e outros atributos do Jetta 1.4 TSI.

» O carro é um combo perfeito entre potência e baixo consumo. «

Cacá Clauset, piloto

Interior sofisticado

A Comfortline, versão testada pelos pilotos, também esbanja conforto e sofisticação, a começar pelo uso de couro (opcional) nos bancos, painéis das portas e no volante multifuncional. Este último, com desenho esportivo, traz os comandos do sistema de som, do GPS, do controle de velocidade e, o melhor de tudo, as alavancas para trocas de marchas da transmissão automática. Outro destaque do sedã, no painel central, é o Composition Media, central multimídia com tela sensível ao toque de 6,3”. Perto dela, no console, está o botão que aciona e
desliga o motor.


Com tantos atrativos, difícil mesmo foi encerrar as atividades. Mesmo com a luz do dia já caindo, Clauset, nosso animado anfitrião, não parecia muito disposto a estacionar o Jetta. E comentava com a equipe de produção: “Esse carro é o meu número. Tenho um Jetta Variant 2.5 de cinco cilindros e, se fosse planejar uma troca, pensaria tranquilamente nessa versão 1.4 TSI”. Se foi apenas empolgação, não sabemos. O que constatamos é que, após despedir-se de nós, ele voltou para a pista do Haras Tuiuti e continuou a acelerar o Novo Jetta.